Militantes denunciam atuação de Coordenador LGBT de São Paulo ao Ministério Público

mpsp

Na quinta-feira passada, dia 7 de janeiro de 2016, um grupo de militantes formado por Paulo Iotti (GADVS – Grupo de Advogados pela Diversidade Sexual e de Gênero), Fernando Quaresma (Presidente da APOGLBT – Associação da Parada de São Paulo), Elvis Justino (Família Stronger) e André Pomba (ex-conselheiro municipal da diversidade sexual) entregaram ao promotor Alfonso Presti do Ministério Público, um dossiê com denúncias contra o coordenador LGBT da Prefeitura de São Paulo, Alessandro Melchior, com relação a sua atuação prejudicial à Parada do Orgulho LGBT e ao Conselho Municipal LGBT. Abaixo a ata da audiência e posteriormente estaremos publicando nessa página detalhes referentes às irregularidades que vem sendo denunciadas.

ATA DE REUNIÃO

Compareceram, em audiência, no dia 05 de janeiro de 2.015, nas dependências da Promotoria de Justiça Criminal da Capital, no Fórum Criminal Ministro Mário Guimarães, nos autos do procedimento nº 38.0001.0005385/2014-5, o Dr. Fernando Quaresma de Azevedo, advogado, Presidente da Associação Parada do Orgulho LGBT de São Paulo – APOGLBTSP; Elvis Justino de Souza, representante do Coletivo Família Stronger; Dr. Paulo Roberto Iotti Vecchiatti, advogado, inscrito na OAB/SP sob o nº 242668, Presidente do GadvS – Grupo de Advogados pela Diversidade Sexual e de Gênero; e André Luiz Cagni, ex-conselheiro Municipal de Diversidade Sexual, pelo que trouxeram questões de irregularidades relativas à municipalidade em decorrência de embaraços criados à Parada do Orgulho LGBT de 2015, fornecendo relatório de auditoria da CGM, e outros documentos a ela relacionados, para apreciação e providências. No que toca à eleição do Conselho Municipal LGBT, aduzem ter havido irregularidades, salientando, inclusive, que o Conselho eleito em agosto de 2.015, sequer tenha tomado posse até a presente data. Acrescentaram, ainda, que há carência legislativa no que toca à instituição do Conselho Municipal e os problemas decorrentes desse hiato. Pelo Doutor Promotor foram solicitados esclarecimentos adicionais, informando que outros seriam solicitados, à municipalidade, comprometendo-se a informar os interessados do procedimento instaurado, bem como dos passos a serem seguidos. Nada mais…

ALFONSO PRESTI – PROMOTOR DE JUSTIÇA  – Supervisor da CIPP
Dr. Paulo Roberto Iotti Vecchiati – Advogado
Fernando Quaresma de Azevedo – Advogado – Presidente da APOGLBTSP
Elvis Justino de Souza
André Luiz Cagni

mpsp

Sem comentários

Deixe um comentário

Você pode usar tags HTMLs e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>