Motosserras no Parque Augusta – mais uma árvore ao chão!

arvorecortada1

Ontem na calada da noite, motosserras foram ouvidas no Parque Augusta e lá se vai mais uma árvore para o chão. Independente do motivo do corte, é evidente que a falta de cuidado e o abandono com indícios criminosos por parte das construturas Setin e Cyrela é o agente provocador dessa devastação. O próprio fechamento do parque sem abri-lo à população, como determinado pela justiça é reflexo da falta de ação dos órgãos públicos em garantir a lei.
Enquanto Haddad abandona a cidade literalmente, principalmente as áreas verdes, e a especulação imobiliária continuar reinando (ainda mais com um plano diretor criminoso e leniente sendo imposto pela administração) e alguns continuarem a achar que somente ciclovias e ruas de lazer na Avenida Paulista e no Minhocão são paradigmas de uma nova forma de governar, São Paulo está sendo assassinada.
Curta a página Em defesa da Rua Augusta

arvorecortada2

Sem comentários

Deixe um comentário

Você pode usar tags HTMLs e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>