Audiência pública em Brasília e encontro de lideranças retomam a pauta LGBT no Congresso

audiencia

Nessa quarta, 24 de junho será realizada no Senado, a Audiência Pública sobre Violência e Discriminação Motivadas por Orientação Sexual e Identidade de Gênero: análise de situação e respostas. A audiência acontece a partir das 14 horas na Ala Nilo Coelho, Plenário nº 2, Anexo II do Senado Federal. Na mesa estarão a senadora Marta Suplicy (sem partido/SP), o deputado Paulo Pimenta (PT/RS), Carlos Magno (Presidente da ABGLT), Pepe Vargas (Ministro da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República), Rodrigo Janot Monteiro de Barros (Procurador Geral da República), Debora Diniz (professora da Universidade de Brasília e pesquisadora da Anis) e a Dra. Ela Wiecko Volkmer de Castilho (Faculdade de Direito da UnB, coordenadora do Grupo CANDANGO de Criminologia).

No dia seguinte, 25 de junho, outro encontro que promete muitas emoções: Toni Reis (ABGLT/IBDSEX) e o Pastor Silas Malafaia debaterão na Comissão Especial, o PL 6583/13 – Estatuto da Família, às 14h, no Plenário 11 do Anexo II da Câmara dos Deputados.

E entre segunda e terça (22 e 23 de junho), lideranças LGBT de todo o país, se encontraram na Secretaria de Direitos Humanos em Brasília para debater estratégias para destravar a pauta LGBT no Congresso. O destaque foi a mesa com núcleos LGBT de vários partidos, tendo representantes do PV, PSDB, PSol, PT, PPS, PSB e PCdoB, visando buscar uma união pluripartidária em torno da causa e buscar rearticular uma “Frente Parlamentar e Popular Contra A Violência e Discriminação à População LGBT”. O coordenador do PV Diversidade, André Pomba, classificou o encontro como histórico:  “Se a boa vontade de todos os presentes se traduzir em ações efetivas e menos fratricidas, a tão sonhada suprapartidariedade em torno da causa LGBT pode se tornar realidade em curto prazo”.

Os eventos estão sendo realizados em parceria com a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados e a Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado Federal, com o apoio da UNESCO, Ministério da Saúde/Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais, Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais – ABGLT, União Nacional Pluripartidária LGBT – UNPLGBT, Grupo de Advogados pela Diversidade Sexual – GADvS.

audiencia

Sem comentários

Deixe um comentário

Você pode usar tags HTMLs e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>