8º Mês da Cultura Independente começa neste sábado. Confira a programação!

MSI

Mais de 40 atrações tocam do dia 6 de setembro até o fim do mês. O evento é gratuito.

Por Emílio Faustino

A 8ª edição do Mês da Cultura Independente, evento promovido pela Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, teve sua programação completa divulgada. O MCI 2014 começa oficialmente neste sábado. Ao todo serão vinte coletivos espalhados pelas ruas do centro de São Paulo a partir das 22h, apresentando muita música, intervenções, debates, encontros, sorrisos e animando a noitada.
Para você entender um pouco do que vai rolar nessa bagunça organizada, segue aqui um guia básico sobre cada coletivo que ocupará o centro de São Paulo neste sábado:

Boteco Pratododia
Onde: Esquina da Rua Direita com a Rua Bocaiúva.
O que é: Bar localizado na Barra Funda. Já criou até bloco de Carnaval.
O que ouvir: Afrobeats, brasilidades, funk, hip-hop.

CANiL_
Onde: Vale do Anhangabaú.
O que é: Ocupação dentro da USP.
O que ouvir: Diversos estilos em seis bandas, do jazz-improviso do Granado Hara Martins Trio ao Afro Hooligans.

Calefação Tropicaos
Onde: Rua 3 de Dezembro com a Rua 15 de Novembro.
O que é: Reunião festiva para celebrar a música popular brasileira.
O que ouvir: Forró, maxixe, samba, coco de roda e MPB (Música Psicodélica Brasileira).

Carlos Capslock & Mamba Negra
Onde: Buraco do Anhangabaú
O que é: Festa comandada pelo “hipocondríaco, designer de teclados e deformador de opinão”
O que ouvir: Downtempo, deep house e minimal.

Dubversão Sistema de Som
Onde: Praça Pacheco Silva
O que é: Soundsystem que segue o formato original jamaicano, com o propósito de levar música para as ruas.
O que ouvir: Dub, dub, dub e reggae.

Free Beats
Onde: Rua Paulo Egídio
O que é: Projeto inspirado pela cultura dos sounsystem jamaicanos.
O que ouvir: Dub, reggae e freestyle.

Laço
Onde: Praça do Patriarca
O que é: Performance, instalações e apresentações audiovisuais.
O que ouvir: estilos variados.

Liquidação
Onde: Rua 15 de Novembro
O que é: Uma festa para todos os fins.
O que ouvir: Eletrônica, experimental, karaokê intuitivo.

Matilha Cultural
Onde: Rua 15 de Novembro com Rua do Tesouro.
O que é: Centro cultural independente.
O que ouvir: Hip hop e black music.

Metanol
Onde: Rua da Quitanda com a Rua Penteado.
O que é: Coletivo independente de música eletrônica.
O que ouvir: Eletrônica do futuro.

Organismo Piknik
Onde: Praça do Patriarca
O que é: Coletivo que ocupa a cidade através da arte.
O que ouvir: Experimentações sonoras.

Palco Lâmina
Onde: Avenida São João.
O que é: Estúdio, com apresentação de DJs e bandas.
O que ouvir: Som eletrônico tropical e bandas de rock e groove.

Pilantragi
Onde: Praça Antônio Prado.
O que é: Coletivo criado para difundir a cultura nacional através da música.
O que ouvir: Música brasileira.

Sistema Negro e Convidados
Onde: Rua São Bento
O que é: Coletivo que discute o racismo, usando da música para criar consciência.
O que ouvir: Música, cultura e resistência negra.

Tenda do Queer
Onde: Praça do Patriarca
O que é: Espaço dedicado a questões LGBTQI. Um espaço de celebração queer.

Tsunami
Onde: Viaduto do Chá
O que é: Coletivo de bandas de rock.
O que ouvir: Rock.

Voodoohop
Onde: Largo do Café.
O que é: Coletivo artístico, de música, performance, psicodélico.
O que ouvir: Tropical, eletrônico, ritual.

Vaca da Galáxia
Onde: Praça do Patriarca
O que é: Festa que visa integrar as pessoas nas ruas com os integrantes do coletivo Yopará.
O que ouvir: Muito balanço.

Venga Venga
Onde: Vale do Anhangabaú
O que é: Festa que mistura o folclórico e o experimental.
O que ouvir: Gypsy, world music, balkan beat, eletrônico, cumbia, kuduro.

Ônibus Hacker
Onde: Vale do Anhangabaú
O que é: Laboratório sobre quatro rodas que reúne pessoas interessadas e ocupar as cidades com ações políticas.

Para conferir a programação completa acesse: http://www.culturaindependente.org/

MSI

Sem comentários

Deixe um comentário

Você pode usar tags HTMLs e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>